E AÍ, MOTHERFUCKER?

Eu não sou uma grande apreciadora das músicas populares brasileiras. Mas antes que você venha me apedrejar, não estou falando das músicas tidas como mpb, mas sim da mpb de verdade. Você acha que Caetano veloso é mpb? Vanessa da Mata? Maria Rita? Ora ora, bem vindo a realidade. Estou falando da música Popular de verdade.

sdeww2

Mc Créu, Oz Bambas, Calypso, É o Tchan (versão antiga). Isso sim é mpb. É isso que é música popular, você gostando ou não, a população gosta é disso. Mas, falando baixinho, pra ninguém ouvir… Se você está numa festa e de repente começa a tocar o créu… você vai se sentar???? Você pode dizer com toda firmeza: Créu? Affff!!! Velocidade 5??? Cruzes!!!!!!! Mas lá no fundo, você já se acostumou a ouvir isso. Choca apenas nas primeiras vezes. Ou você ainda torce a boca ao ouvir: Tô ficando atoladinha?

Mas o mérito do post nem é esse. Eu queria mesmo é falar do preconceito que temos entre as nossas baixarias e as baixarias importadas. Você pode ficar toda sem graça quando começa a tocar créu em uma balada, mas quando toca a música Mesmerize que é o maior sucesso, você não pensa duas vezes em ir rebolativa para a pista. Mas quer saber? Dá uma olhadinha na tradução. O Usher também adora coisas assim, basta olhar a tradução da música Love in this club ou músicas do Snoop Dog. Mas você pode dizer: Só que nós dançamos porque não entendemos inglês, não sabemos o que significam estas músicas. Tá, mas agora que sabe, vai parar? Ou será que se a música fosse em português, mas com a mesma batida, iam deixar de curtir na pista por causa da letra?

Se vamos cair na gandaia, descer até o chão, pelo menos assuma sua baixaria nacional e não apenas a importada. Be happy!

Aqui tem um videozinho legendado com um trecho super bacana do especial do Chris Rock para a HBO (Chris Rock Never Scared) onde ele comenta exatamente essa coisa das letras de Rap/ Hip Hop. Vale muito a pena.

Frase do post:

“Se nao conseguir a fama, seja infame” (Chicago)

Eu indico:

– Star Wars: O Despertar da Força

*Foto do filme O poder do ritmo.